Cooperlíder Jovem termina em clima de confraternização e reflexão

Durante dois dias centenas de jovens lideranças das cooperativas de todo Paraná participaram, na Associação da Primato Cooperativa Agroindustrial em Toledo, do Cooperlíder Jovem. A edição de 2022 marcou os 30 anos do evento organizado anualmente pelo Sistema Ocepar, por meio do Sescoop/PR. O encerramento aconteceu num clima de confraternização e reflexão por aqueles que são o futuro do sistema cooperativista. Na avaliação do superintendente do Sescoop, Leonardo Boeche, o evento em Toledo mostrou que “muita coisa mudou” e hoje existe um desafio maior para as cooperativas em função da pandemia que trouxe, de acordo com o dirigente do Sescoop, um déficit, principalmente na educação. “E isso foi percebido neste encontro. Foram anos difíceis, mas agora queremos recuperar esse tempo perdido exatamente para que a gente possa colocar de novo esse trabalho no local onde ele merece”, comentou Boeche. Para ele o Cooperlíder Jovem, em sua edição de 30 anos, cumpriu com seu objetivo de formar novas lideranças e, dessa forma, municiar as cooperativas. “Queremos formar pessoas preparadas habilitadas para ficar responsáveis pela cooperativa, seja no conselho de administração ou no conselho fiscal”. FUTURO Ainda de acordo com Leonardo Boeche, o caminho é a inovação e esse deverá ser o tema do próximo encontro em 2023, em Londrina. “Temos de colocar essa gurizada para pensar e ouvir deles qual formato precisamos entregar”, disse o dirigente, frisando que é preciso ainda “ter uma melhor comunicação com essa nova geração e é isso que vamos tentar resgatar em Londrina”. Adriano Finger é um bom exemplo dessa geração que está sendo preparada para o futuro do sistema cooperativista no Paraná. Hoje é conselheiro de administração da Lar. Mas o início foi como o de muitos outros jovens: de brincar com os brinquedos ‘fabricados’ por ele mesmo. Finger participou de 6 encontros de jovens líderes e destacou que é preciso seguir estimulando os jovens a seguir no caminho do cooperativismo. “Precisamos levar mais conhecimento ao campo”, afirmou. Atualmente ele percebe haver um maior engajamento dos jovens com as questões cooperativas e no encontro em Toledo identificou um grupo cada vez mais integrado e com mais vontade de participar das decisões. PROTAGONISMO Hugo Carnelossi, da Cocari, destacou o papel de protagonismo dos jovens. “Eles podem mais e quanto maior for a participação é fundamental para o futuro”, comentou. Hugo elogiou muito a organização do evento deste ano e disse que será um grande desafio para os próximos encontros manter um nível tão alto. Integrante do Comitê da Juventude da OCB, Bruno Bortolotto é outro exemplo dessa nova geração de cooperados que está sendo formada no Paraná. Associado ao Sicredi e C.Vale, Bruno destacou que é um orgulho poder ver tantos jovens engajados neste espírito cooperativista. “E vamos incentivar ainda mais jovens a participar do sistema”, comentou ele ao citar uma nova vaga aberta ao Paraná dentro do Comitê da Juventude em Brasília. ORGULHO Para o presidente da Primato Cooperativa Agroindustrial Anderson Léo Sabadin, receber um evento deste porte é um orgulho, ainda mais “por ser a Primato uma cooperativa jovem e receber jovens de todo o Paraná é uma forma de mostrar que o cooperativismo segue forte e tem um futuro brilhante pela frente”. Sabadin comentou também que uma das maiores lições deixadas pelo Cooperlíder Jovem deste ano foi o espírito de ‘ganha/ganha’ desta nova geração, “que demonstra estar disposta a fazer diferente, em aprender e levar às suas áreas de atuação vários dos ensinamentos aprendidos durante o encontro”. EMOÇÃO Um dos momentos de maior emoção foi a homenagem prestada a seu Ademar Ajimura, um dos idealizadores do encontro estadual da juventude cooperativista. Ele, que enfrenta um tratamento de câncer, fez questão de participar do encontro em Toledo e contou como surgiu a ideia de fazer um evento que à época reuniu 206 jovens. “Tudo nasceu da inquietação em ver outros eventos para jovens acontecendo no mundo e não no Brasil”, disse seu Ajimura. Para encerrar o evento houve uma apresentação artística da Invernada Juvenil do CTG Província Gaúcha e foi servido um almoço com todos os produtos feitos pela própria Primato. E assim, num clima de alegria e saudades que os jovens cooperativistas se despediram, esperando pelo próximo encontro que será em Londrina.

Fotos do evento

1º Dia

2º Dia

« de 127 »
« de 84 »

Happy Hour

« de 8 »
Voltar